Blog do Dr. Alexandre Faisal

06/04/2009

Casos extra-conjugais são todos iguais?

Aventuras amorosas extra-conjugais fazem parte da vida de muitos casais

Você acha que os casos extra-conjugais são todos iguais? Vote 

Escute o aúdio abaixo ou leia o texto na íntegra

 

 

Você acha que um casinho extra-conjugal é uma coisa banal, sem importância? Antes de responder honestamente para você mesma saiba que este foi o tema de uma pesquisa recente com 345 estudantes e 115 indivíduos da comunidade que tinham história recente de uma aventura amorosa, fora de casa, bem entendido. O objetivo dos pesquisadores foi explorar como a lembrança no nível de envolvimento emocional com uma segunda pessoa se relacionava com os fatores precipitantes e os desfechos deste envolvimento. Os participantes preencheram questionários de auto-avaliação sobre este “affair". Vamos aos resultados. O envolvimento emocional com o “caso” se relacionou com falta de satisfação e intimidade na relação oficial, atração progressiva pela outra pessoa, pouco remorso, questões de auto-estima e atenção, atenção, grande probabilidade da parceira/o oficial vir a saber da relação adúltera e mesmo de vir a ocorrer a separação do casal. Se você já tem a sua resposta à questão proposta, vai aí a conclusão desta pesquisa: a resposta é, depende. Nem todos as aventuras extra-conjugais são iguais. Casos onde há intensa ligação afetiva e sexual entre as pessoas são diferentes dos casos extra-conjugais casuais, em termos de fatores precipitantes, motivações e conseqüências. Os autores alertam para os tempos dos diferentes tipos de casos, mas isto soa um tanto religioso para quem está desvendando os mistérios do comportamento. Afinal, quando se trata de traição, a gente sempre sabe onde começa, mas nunca sabe onde termina. (Allen & Rhoade. Journal of Sex & Marital Therapy  2008)

Escrito por Dr. Alexandre Faisal às 11h52

Sobre o Autor

Alexandre Faisal é ginecologista-obstetra, pós-doutor pela USP. Formado em Psicossomática pelo Instituto Sedes publicou o livro "Ginecologia Psicossomática" (Editora Atheneu). Participou do programa "Olha Você" do SBT e atualmente é colunista da Rádio USP (FM 93.7) e da Rádio Bandeirantes (FM 90.9). Já realizou diversas palestras médicas no país e no exterior. Apresenta palestras culturais em empresas sobre temas que tratam do universo feminino (Amantes na Arte, Mentes Inovadoras, O Erotismo).

Sobre o Blog

Acompanhe os boletins do "Saúde feminina: um jeito diferente de entender a mulher" que discutem os assuntos que interessam às mulheres e seus parceiros. Uma abordagem didática e bem-humorada das mais recentes pesquisas nacionais e internacionais sobre temas como gravidez, métodos anticoncepcionais, sexualidade, saúde mental, menopausa, adolescência, atividades físicas, dieta, relacionamento conjugal, etc. Aproveite.

Livro

Alexandre Faisal é coautor do livro "Segregos de Mulher - Diálogos entre um ginecologista e um psicanalista"



(Alexandre Faisal Cury e Rubens Marcelo Volich, Ed. Atheneu).

Histórico