Blog do Dr. Alexandre Faisal

17/07/2009

A vida sexual da mulher que sofre de asma

Muitas mulheres sofrem de diversos problemas respiratórios, principalmente, no frio

Você acha que a bronquite asmática afeta a vida sexual da mulher ?  Clique aqui para votar  

Escute o aúdio abaixo ou leia o texto na íntegra

 

 

Asma é um problema seriíssimo que afeta 300 milhões de pessoas no mundo e está relacionada a fatores pessoais e ambientais. A mulher que sofre de asma sabe: falta de fôlego, sensação de opressão no peito, incapacidade para realizar algumas tarefas, entre outras queixas. Mas uma questão menos estudada é o impacto da asma no desempenho sexual da mulher. Um pequeno estudo polonês com 72 mulheres com idade entre 18 e 45 anos procurou preencher esta lacuna. Na pesquisa 31 mulheres portadoras de asma e 41 mulheres saudáveis foram comparadas em relação a diversos indicadores de qualidade de vida e de desempenho sexual. Quanto à qualidade de vida, as mulheres asmáticas tinham piora em vários parâmetros: limitação decorrente da condição física e psíquica, prejuízo do desempenho social e do bem estar. E quanto à vida sexual, más notícias para as asmáticas. Todos indicadores do desempenho sexual eram piores: excitação, lubrificação, orgasmo, satisfação e dor durante a relação. No geral, 25.8% das mulheres que sofrem com o problema da falta de ar crônica receberam diagnóstico de disfunção sexual. Já para as mulheres saudáveis apenas 17.1% apresentaram problema relacionado à sexualidade. A recomendação do estudo é que as mulheres asmáticas tenham liberdade de falar deste domínio ou que os médicos que as atendem se preocupam com eventuais queixas sexuais. E a partir daí pensar nas soluções possíveis para cada caso. Porque ninguém discorda que é melhor ter um sexo de ficar sem fôlego do que ficar sem fôlego antes do sexo começar. (Skrzypulec et al . J Physiol Pharmacol, 2007).

Escrito por Dr. Alexandre Faisal às 17h10

Sobre o Autor

Alexandre Faisal é ginecologista-obstetra, pós-doutor pela USP. Formado em Psicossomática pelo Instituto Sedes publicou o livro "Ginecologia Psicossomática" (Editora Atheneu). Participou do programa "Olha Você" do SBT e atualmente é colunista da Rádio USP (FM 93.7) e da Rádio Bandeirantes (FM 90.9). Já realizou diversas palestras médicas no país e no exterior. Apresenta palestras culturais em empresas sobre temas que tratam do universo feminino (Amantes na Arte, Mentes Inovadoras, O Erotismo).

Sobre o Blog

Acompanhe os boletins do "Saúde feminina: um jeito diferente de entender a mulher" que discutem os assuntos que interessam às mulheres e seus parceiros. Uma abordagem didática e bem-humorada das mais recentes pesquisas nacionais e internacionais sobre temas como gravidez, métodos anticoncepcionais, sexualidade, saúde mental, menopausa, adolescência, atividades físicas, dieta, relacionamento conjugal, etc. Aproveite.

Livro

Alexandre Faisal é coautor do livro "Segregos de Mulher - Diálogos entre um ginecologista e um psicanalista"



(Alexandre Faisal Cury e Rubens Marcelo Volich, Ed. Atheneu).

Histórico