Blog do Dr. Alexandre Faisal

13/03/2012

O que é saúde?

      Com a crescente expectativa de vida das pessoas, o conceito de saúde terá que ser reformulado. Um editorial inglês propõe uma nova definição de saúde que pode lhe interessar

     Você considera sua saúde ...?  Clique aqui para votar 

    

 

         Você conhece a definição da Organização Mundial de Saúde (OMS) para saúde?. Formulada em 1948, ela define saúde como “um estado de complete bem estar físico, mental e social e não somente a ausência de doença ou enfermidade”. Gostou?. Parece bom, mas não é?. Pelo menos é o que dizem, diga-se de passagem, com propriedade, alguns autores. Um recente editorial do BMJ explica os porquês.

 

          O primeiro problema com a definição é que ela involuntariamente contribui para a medicalização da sociedade. A exigência de um completo bem estar como sinônimo de saúde completa deixaria a maioria de nós insalubres uma boa parte do tempo. Para não dizer o tempo todo. Mais ainda, ela apoia as tendências atuais da tecnologia médica e das indústrias farmacêuticas, em associação com organizações profissionais, de redefinir doenças, ampliando o alcance da saúde do sistema. Por exemplo, novas tecnologias de rastreamento detectam anormalidades em situações que, eventualmente, nunca causarão doenças e as empresas farmacêuticas começam a produzir drogas para "condições" não previamente definidas como problemas de saúde. O segundo problema é que, desde 1948, o perfil das populações e doenças se modificou consideravelmente Envelhecimento com doenças crônicas tem se tornado a norma e não a exceção. Logo, não para dizer declarar as pessoas com doenças crônicas e com incapacidades como definitivamente doentes.

 

          O terceiro e último problema é a operacionalização da definição. A OMS desenvolveu vários sistemas para classificar doenças e descrever aspectos da saúde, deficiência, qualidade, funcionamento e da vida. No entanto, por causa da referência a um estado de saúde completo, a definição permanece "impraticável, porque 'completo' não é nem operacional nem mensurável. Tudo isso posto, como vamos definir o que é saúde?. Várias propostas tem sido feitas para a definição de saúde. 

 

          O consenso é enfatizar recursos sociais e pessoais associando saúde à capacidade de adaptação e de se cuidar, além da capacidade física capacidade. Ou seja, valorizar a capacidade humana de forma autônoma com a vida, superando ou se adaptando às adversidades. É um jeito não só atual como honesto de afirmar que mesmo adoecendo ainda assim se pode ser saudável. (Huber et al. How should we define health?. BMJ 2011;343:d4163)

     

   

   

 

  

   

   

  

Escrito por Dr. Alexandre Faisal às 18h51

Sobre o Autor

Alexandre Faisal é ginecologista-obstetra, pós-doutor pela USP. Formado em Psicossomática pelo Instituto Sedes publicou o livro "Ginecologia Psicossomática" (Editora Atheneu). Participou do programa "Olha Você" do SBT e atualmente é colunista da Rádio USP (FM 93.7) e da Rádio Bandeirantes (FM 90.9). Já realizou diversas palestras médicas no país e no exterior. Apresenta palestras culturais em empresas sobre temas que tratam do universo feminino (Amantes na Arte, Mentes Inovadoras, O Erotismo).

Sobre o Blog

Acompanhe os boletins do "Saúde feminina: um jeito diferente de entender a mulher" que discutem os assuntos que interessam às mulheres e seus parceiros. Uma abordagem didática e bem-humorada das mais recentes pesquisas nacionais e internacionais sobre temas como gravidez, métodos anticoncepcionais, sexualidade, saúde mental, menopausa, adolescência, atividades físicas, dieta, relacionamento conjugal, etc. Aproveite.

Livro

Alexandre Faisal é coautor do livro "Segregos de Mulher - Diálogos entre um ginecologista e um psicanalista"



(Alexandre Faisal Cury e Rubens Marcelo Volich, Ed. Atheneu).

Histórico